Browsed by
Categoria: Comunicados

CAMPANHA DOS IDOSOS (SOLIDUFF): LAR DOS VELHINHOS DE VOLTA REDONDA

CAMPANHA DOS IDOSOS (SOLIDUFF): LAR DOS VELHINHOS DE VOLTA REDONDA

Por Thaís Vasconcellos

O Soliduff convida a todos a participarem no dia 25 de novembro de 2017, próximo sábado, a partir das 13h, das atividades a serem realizadas com os idosos residentes do Lar dos Velhinhos de Volta Redonda. Na ocasião, haverá a doação de fraldas geriátricas e alimentos e para tanto, o Soliduff conta com a participação de todos vocês!

As arrecadações serã realizadas até sábado de manhã e poderão ocorrer por meio de entrega do bem material ou do valor correspondente ($).

“Sabemos que deve ser duro chegar ao fim da vida sem apoio da família. Não é só a parte financeira que importa. Na vida, é fundamental termos pessoas pra compartilharmos as alegrias e tristezas, contar histórias, dar abraços… pessoas que se importam com a gente de verdade! E principalmente, é essencial termos pessoas a quem dar amor”.

Para doações entre em contato com os membros do Soliduff:

Andressa (24) 9 9854-4566
Helena (35) 9 8836-4468
Mirassol (19) 9 8304-6188


Os interessados em participar no dia 25, podem através do link abaixo solicitar a entrada no grupo da organização e ficar por dentro do horário de saído, ponto de encontro e muito mais.

WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/5mTm3pDQve7IGaIsSDHnPJ

Endereço das atividades: Lar dos Velhinhos,  Rua Maurílio Gomes da Silveira, 620 – Monte Castelo, Volta Redonda.

23844450_1547388598685992_9185974268036539298_n

 

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO PARA PRESOS: VOLTA REDONDA

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO PARA PRESOS: VOLTA REDONDA

Por Thaís Vasconcellos

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, em especial,  de Volta Redonda, iniciou uma campanha de arrecadação de roupas e produtos de higiene pessoal para os presos da região.

Como muitos sabem, em regra em nosso país, as famílias dos presidiários não têm condições financeiras para ajuda-los  durante o cárcere. Os presos, por muitas vezes, não tem acesso a uma roupa limpa, a um chinelo ou a uma simples escova de dente.  Além de serem submetidos a um ambiente degradante, onde a superlotação nas prisões é agravada pelas péssimas condições sanitárias, o que facilita a proliferação de doenças, os presidiários são vítimas  de maus tratos, preconceito e muitas vezes tortura, por parte dos agentes do Estado.

Buscando minimizar os impactos desse sistema e garantir o mínimo dignidade, é que a campanha procura arrecadar produtos como chinelos, blusas branca, escovas e pastas de dentes.

A Defensoria nos lembra  de que a pena do preso é a privação de liberdade e que não podemos aceitar outras violações de direitos.

Para participar basta ir até os pontos de coleta:

  • Comarca de Volta Redonda: Rua Quinze de Novembro, 100, Aterrado;
  • Vara Criminal de Volta Redonda: Rua Desembargador Ellis Hermydio Figueira, s/nº, Aterrado.
Aberto o edital do PROAES de bolsas para 2018

Aberto o edital do PROAES de bolsas para 2018

Por Carolina Ferreira

O PROAES divulgou o edital para as bolsas de auxílio e assistência estudantil 2018 na última quinta-feira, 16 de novembro.  As inscrições estarão abertas até o dia 04 de dezembro para qualquer estudante que esteja cursando sua primeira graduação presencial na UFF e esteja em situação de vulnerabilidade socioeconômica.  Para se inscrever, o estudante deverá acessar o site do SisBol  que  irá direcionar primeiramente ao login no IDUFF, e em seguida  à página com uma lista de todas as bolsas ofertadas. Para cada bolsa deverá ser feita uma inscrição a partir do preenchimento do questionário socioeconômico.

São diversos perfis contemplados nos seguintes programas: Programa Auxílio Creche, Programa Auxílio Moradia, Programa Auxílio Alimentação, Programa Auxílio Saúde, Programa Bolsa de Apoio Transporte e Programa Bolsa de Desenvolvimento Acadêmico. Boa notícia: Algumas novidades foram implementadas para 2018: O Auxílio Alimentação, que antes ofertava 340 vagas, passou a oferecer 500 vagas; Auxílio Creche, que contava com 35 vagas, passou a ofertar 50 vagas e o Auxílio Moradia, que tinha 250 vagas, agora conta com 350. São, ao todo, mais 275 vagas para a assistência estudantil,  o que possibilitará que mais estudantes possam ser ajudados, além do reajuste do Apoio Transporte de R$ 250,00 para R$ 275,00.

Cada auxílio possui seu próprio edital e suas próprias condições. O discente que desejar se candidatar a mais de uma bolsa deverá ler com atenção aos respectivos editais, instruções de serviços e resoluções. Nesse caso, deverá juntar apenas uma vez os documentos em um envelope e indicar para quais bolsas está se candidatando. É importante lembrar que a situação de vulnerabilidade econômica deve ser comprovada através de uma relação de documentos de todos os membros familiares, além de uma entrevista com o aluno. Declarar informações falsas é crime, bem como fraudar documentos. Vale ressaltar também que o pagamento do auxílio está condicionado à freqüência do beneficiário nas disciplinas do curso de graduação. Fique atento ao calendário:

  • Inscrição: de 16 de novembro a 04 de dezembro de 2017
  • Entrega da documentação: de 04 de dezembro a 12 de dezembro de 2017, de 09h ás 19h no Setor de Apoio Acadêmico (Sala 101- Bloco B- Campus Aterrado).
  •  Previsão Resultado Final e Orientações para as próximas etapas do processo seletivo (assinatura do termo de compromisso): 21 de março de 2018.

Para outros esclarecimentos o estudante deverá  entrar em contato: telefone: 3674-7299 ou pelo e-mail dps@proaes.uff.br. No informe do site da UFF existe ainda um anexo em pdf de Perguntas Frequentes. O UFFOCO deseja a todos um processo justo e eficiente.

 

Programa de Estágio na INB – Indústrias Nucleares do Brasil

Programa de Estágio na INB – Indústrias Nucleares do Brasil

Por Kímberli Libanio.
INB – Indústrias Nucleares do Brasil já esta aceitando currículos para o seu processo de seleção de estagiários que se iniciará em janeiro de 2018. Se trata de uma empresa estatal de economia mista vinculada ao Ministério da CiênciaTecnologiaInovações e Comunicações que, exerce, em nome da União, o monopólio da produção e comercialização de materiais nucleares. Além de também atuar na execução de serviços de engenharia do combustível e na produção de componentes dos elementos combustíveis.

As atividades da INB são licenciadas e fiscalizadas pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), supervisiona nossa produção, realizando inspeções regulares à Fábrica de Combustível Nuclear.

O programa de estágio tem remuneração de R$ 1595,10 + vale transporte, o período é de 8h às 15h com 1 hora de almoço. O local de trabalho fica Rodovia Presidente Dutra km 330 – Engenheiro Passos, 27555-000 Resende – RJ. Para participar é necessário que o candidato seja graduando do curso de direito e, há, ainda, preferencia por estudantes que estejam no 7º período em diante. Envie o CV para o e-mail: lucieneandrade@inb.gov.br

 

Programa Visitação Técnica “Conhecendo o STJ” – 14ª EDIÇÃO

Programa Visitação Técnica “Conhecendo o STJ” – 14ª EDIÇÃO

Por Thaís Vasconcellos

Estão aberta as inscrições para o Programa “Visitação Técnica – Conhecendo o STJ”.  O programa que já está em sua 14ª edição é voltado para os discentes de curso de Direito de todo o país e visa proporcionar aos estudantes a oportunidade de adquirir conhecimentos teóricos e práticos sobre a estrutura e o funcionamento do Superior Tribunal de Justiça.

A 14ª edição do programa ocorrerá entre os dias 5 e 9 de fevereiro de 2018 e as inscrições serão a partir das 12h desta segunda-feira (13), mediante o preenchimento de formulário disponível aqui.  As inscrições ficarão abertas até as 23h59 da próxima sexta-feira (17).

A programação do projeto inclui a participação como ouvintes em sessões de julgamento, palestras sobre a jurisprudência da corte e a visita as dependências do STJ e conhecimento acerca do funcionamento das unidades judiciárias e dos órgãos julgadores. Serão selecionados aproximadamente 40 estudantes de graduação, matriculados em instituições de ensino superior, pública ou privada, devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação. É necessário que o candidato esteja cursando, no ato da inscrição, a partir do quinto semestre.

A divulgação do resultado será no dia 22 de novembro. 

Durante a seleção será considerado como critério de avaliação o semestre em que o discente estiver matriculado, sendo privilegiado os alunos mais próximo da conclusão do curso. Na hipótese  de empate, os avaliadores usarão como critério de desempate a ordem de inscrição e o fator maior idade.

Atenção!! É vedada a participação de estudantes que já tenham participado do programa.

Ao final das atividades, os participantes que completarem o mínimo de 80% da carga horária, incluindo a realização das atividades que lhes forem atribuídas, receberão certificado.

Visite a página institucional do programa.

Acesse o regulamento da 14ª edição.

4 ANOS DE HISTÓRIA DO JORNAL UFFOCO

4 ANOS DE HISTÓRIA DO JORNAL UFFOCO

Por Thaís Vasconcellos

Em outubro de 2013 foi publicada a primeira matéria pela Equipe do Jornal UFFOCO. Hoje quatro anos depois vivenciamos o progresso do projeto. Com novas matérias, novas colunas e uma nova equipe, os membros atuais enfrentam em seu dia a dia desafios para manter um portal atualizado, plural e de confiança a todos os discentes e docentes da Universidade Federal Fluminense. Mas como tudo isso começou?

O jornal UFFOCO foi criado em 2013 por alunos do curso de direito juntamente com a coordenadora do curso Vanessa Iacomini. Inicialmente o projeto foi voltado para as atividades do curso de Direito, contudo, com o crescimento e adesão pela comunidade acadêmica, o projeto se desenvolveu e hoje o jornal abarca  conteúdo dos mais variados cursos.

O projeto para o UFFOCO é pautado na iniciativa estudantil, nos órgãos Acadêmicos, nas Atléticas, nos grupos de pesquisa e nos coletivos da universidade.  Visando dar espaço aos alunos, buscamos ajuda para a criação e desenvolvimento do conteúdo a ser divulgado.

Para relembramos um pouco sobre a construção do nosso jornal, conversamos com a professora fundadora Vanessa Iacomini e com os primeiros membros da gestão.

Prof.ª Vanessa Iacomini

Vanessa Iacomini

Coordenadora do Curso de Direito da UFF/VR

1- Como surgiu a ideia do projeto e qual era a intenção do jornal?

R: Em 2013 quando assumi a coordenação do curso de direito de Volta Redonda, comecei a vivenciar diversas inquietudes do corpo discente. Foi quando percebi que os alunos precisavam de informações acadêmicas, da cidade e até mesmo dicas referentes ao curso, moradia, alimentação, lazer, entre outras, mas deveriam ser informações que contribuíssem, em especial, para os discentes que ingressavam na Universidade Federal Fluminense de Volta Redonda. Diante das inúmeras indagações acadêmicas, criei o projeto de um Núcleo de Estudos em Direito Contemporâneo, que apresenta como órgãos integrantes: o grupo de estudos chamado “Directus”; o Jornal Jurídico que foi intitulado pela segunda turma de formandos da UFF de Volta Redonda de “UFFOCO” e os anais do NEDC. O
projeto foi aprovado com unanimidade em reunião do  Colegiado do Curso e Departamento e permanece até hoje, graças aos nossos grandes discentes, verdadeiros guerreiros.

2- Durante esses quatro anos de jornal você acredita que alcançamos a proposta?

R: Fico realmente feliz que o “Jornal UFFOCO” complete 04 anos de existência, mas como sempre digo: o mérito do êxito do UFFOCO até o presente momento deve ser honrosamente distribuído aos nossos discentes que seguem lutando com o nosso corpo docente, para todos os dias buscar mais e mais reconhecimento e credibilidade. Quando lançamos e festejamos o primeiro dia do jornal, fiz questão de falar que estava realizando um sonho e que a criação do Jornal e seu lançamento, apenas me traziam a certeza de que já éramos vencedores, por termos o principal e fundamental para começar uma batalha, que seria: força de vontade! Hoje, posso certamente repetir a frase, mas preciso complementar falando que: além de força de vontade, precisamos ter sonhos, traçar metas e prioridades, para que nossos sonhos se tornem reais. Agradeço os discentes fundadores do jornal “UFFOCO” e atuais integrantes por sonharem, traçarem metas e estabelecerem prioridades, tornando sempre nossos sonhos em realidade.

Parabéns Jornal “UFFOCO” pelos seus 04 anos de existência! Parabéns corpo discente do curso de direito da UFF – VR, vocês são verdadeiros guerreiros. É um orgulho poder ser professora e coordenadora de vocês!

joao

João Victor Coimbra

Ex-membro do Jornal UFFOCO

1- João, você foi durante muitos anos o Diretor Executivo do jornal. Nos conte um pouco como foi a sua experiência como parte dessa Equipe?

R:Foi uma experiência muito legal. Quando desenvolvemos o modelo, não havia nada parecido na UFF em termos de comunicação. O UFFOCO é um projeto voltado pra vida estudantil, para ajudar o aluno no aspecto acadêmico, social e esportivo. Conseguir unir tudo isso em uma ferramenta de comunicação feita por alunos foi fantástico. Em pouco tempo tivemos um feedback muito positivo. Cada matéria publicada era uma satisfação. O mais importante dentro de qualquer projeto universitário é o trabalho em equipe. Com uma equipe em sintonia, dinâmica, proativa e com muita comunicação, tudo se desenvolve da melhor forma. Com essa mentalidade cada indivíduo do grupo poderá desenvolver novas competências, adquirir novos talentos e experiências, que, com certeza, irão contribuir para o seu futuro profissional.

ccarol

Carolina Perez

Ex-membro do Jornal UFFOCO

1- Carolina, nos conte um pouco da sua experiência com o projeto? Quais as maiores dificuldades voces tiveram?

R:Participar do projeto, e principalmente de sua criação, idealizada pelo João Victor, foi muito bom, e está sendo um orgulho observar como os alunos deram continuidade, propiciando o crescimento do site. As maiores dificuldades da Equipe eram a implementação desse projeto inovador e fazer com que os discentes e os docentes participassem dele, mediante o fornecimento de matérias, a fim de que fosse reconhecida a ferramenta e útil à comunidade acadêmica, ainda mais sem recursos financeiros para a formação de um aparato técnico (criação do site, registro fotográfico das matérias, bolsas para os integrantes, por exemplo).

art

Arthur Bastos

Ex-membro do Jornal UFFOCO

1- Arthur, qual foi a proposta inicial do jornal? E como se deu a participação dos alunos?

R:A proposta inicial era a criação de uma nova ferramenta capaz de interagir os alunos, sobretudo quanto a eventos e demais informações que fossem relevantes a eles. Com isso em mente, buscou-se a participação dos próprios alunos, a fim de aumentar a atratividade do jornal e atingir de forma mais satisfatória a demanda. Quanto à participação, foram definidas ocupações aos participantes, separados em pautas, tais como festas e eventos da faculdade, por exemplo. Reuniões eram feitas a fim de determinar a forma de atuação. Em seguida, os responsáveis por cada pauta elaboravam as matérias, que seriam posteriormente revisadas, e levadas ao público.

2- Como foi a sua experiência como membro da equipe? Você recomendaria o projeto a outros alunos da Universidade?

R: Eu, particularmente, fiquei responsável pela área de revisão das matérias. Achei interessante a iniciativa, principalmente sabendo da ajuda que proporcionamos. Poder debater com os palestrantes, por exemplo, foi uma das situações que agregou a mim e aos leitores.

Sabemos que ainda há muito que melhorar, mas a Equipe do Jornal UFFOCO agradece a todo apoio do corpo discente e docente da Universidade Federal Fluminense! Esperamos que o projeto continue crescendo e alcançando cada vez mais os estudantes não só da nossa Universidade, mas de toda a região!