Entrevista com Medusas – Coletivo Feminista UFF/Volta Redonda

Entrevista com Medusas – Coletivo Feminista UFF/Volta Redonda

É inegável o fato de que atualmente se torna cada dia mais necessária a mobilização e união de pessoas com os mesmos objetivos, seja eles o combate ao preconceito, a promoção de auxílio à sociedade, ou simplesmente para se reunirem e discutirem determinados assuntos.

coletivomedusas

Baseado no surgimento dos Coletivos na UFF VR, foi criada a “COLUNA DO COLETIVO”, a qual tem o intuito de divulgá-los, para que toda a comunidade, não só acadêmica, possa ter conhecimento de sua luta, objetivos, projetos e a forma de entrar em contato com eles.

O UFFOCO teve o prazer de conversar com o Coletivo Feminista Medusas, o qual gentilmente nos cedeu uma produtiva e interessante entrevista, fazendo com que você, leitor, fique por dentro das propostas, objetivos e da história desse importantíssimo Coletivo, que tem como escopo a proteção da mulher, combatendo a desigualdade de gênero.

 

1- Como e quando surgiu o Coletivo Medusas?

A ideia surgiu em 2014, quando algumas meninas sentiram a necessidade de um coletivo feminista na UFF.

2- Qual o objetivo do Coletivo?

O objetivo do Coletivo é promover a discussão, através das mais diversas iniciativas, sobre a desigualdade de gênero dentro da Universidade principalmente, pois o machismo encontra-se em todos os ambientes, inclusive o universitário.

3- Quais os atuais projetos?

Dividimos o coletivo em Grupos de Trabalho, pois esta seria a melhor forma de produzirmos, de acordo com a disponibilidade e o interesse de cada uma. No momento, estamos preparando um ciclo de palestras sobre a mulher para a Semana Acadêmica da UFF e o nosso famoso Sarau nesta mesma semana. Também estamos programando visitas a escolas para falar sobre machismo.

Temos a caixinha solidária de higiene pessoal que já está no banheiro do bloco A, assim como estamos começando a gerar nossos produtos para arrecadar dinheiro para as nossas atividades. Também estamos começando a nos organizar melhor para receber as calouras. Por último, e não menos importante, temos um projeto de festa que sairá em breve!

4- Como fazemos para entrar em contato (redes sociais, páginas…)?

Temos a página do Coletivo Medusas no Facebook! Quem quiser, fica à vontade pra curtir e pode mandar mensagem no privado também! As meninas que quiserem fazer parte do grupo do Facebook e do Whatsapp podem entrar em contato conosco para que possamos adicioná-las. Estamos sempre levantando algumas discussões, compartilhando coisas legais e nos organizando também por esses grupos.

5 – Quais os maiores desafios encontrados pelo Coletivo e como os demais membros da comunidade poderiam ajudar?

Encontramos dificuldade, principalmente, com toda a burocracia que a UFF tem a nos oferecer. A caixinha do banheiro, por exemplo, levou meses até que conseguíssemos aprovação, depois de muita insistência. O nosso primeiro Sarau foi bem complicado também. Acreditamos que haja um pouco de preconceito também envolvido, por mais que isso seja velado. Afinal, nós somos as que incomodam, né.

6 – O que vocês diriam para as mulheres que estão lendo essa reportagem hoje? 

Manas, a primeiro passo para o combate à desigualdade de gênero é a nossa união. Rivalidade é aquela condição na qual eles, os opressores, nos colocam para que esqueçamos de que eles são quem estão contra nós! Manas da UFF, estamos aqui para o que precisarem! Estamos frequentando festas, trotes e atividades de integração de calouros portando uma fita verde, o que significa que estamos vigiando e combatendo qualquer atitude abusiva!

 

O UFFOCO agradece imensamente ao Coletivo pela excelente entrevista concedida, nos colocando a disposição para divulgação e o que mais for necessário para contribuir com seu crescimento e desenvolvimento!

 

 

 

 

 

 

 

Comments are closed.